3
Shares
Pinterest Google+

As coordenadas 1°N, 7°E marcam a localização das ilhas conhecidas como as Galápagos de África em virtude da diversidade de animais e de plantas que ali encontramos, nomeadamente na Ilha do Príncipe, Reserva da Biosfera da UNESCO

Fotos: Scott Ramsay/HBD Príncipe

Seja para explorar as montanhas ou a selva tropical, para conhecer plantações históricas que formam parte da indústria do cacau ou para testemunhar a corrida que as tartarugas acabadas de nascer empreendem em direcção ao oceano, este é definitivamente o lugar certo para regressarmos à Natureza. Apelidadas como “as ilhas do chocolate” em 1900, eram nesta época o maior produtor de cacau do Mundo. Não resistimos e fomos até à Ilha do Príncipe descobrir como se desfruta deste paraíso imaculado e se vive, leve, levezinho…

Aqui, os mais espectaculares pontos de referência para uma estada inesquecível pertencem ao Grupo HBD. São absolutamente fantásticos, assegurando sem qualquer margem para dúvida que uma temporada passada nesta ilha maravilhosa não caia nunca em esquecimento mas é, contudo, a preocupação ambiental do Grupo HBD o que mais impressiona o viajante. A importância da conservação, o respeito por um dos mais intocados pontos do planeta e a necessidade de apostar num desenvolvimento sustentável que afecte positivamente o povo e a terra são inquestionavelmente visíveis no posicionamento deste grupo representando também os seus pilares. Empresa de ecoturismo agroflorestal sustentável desde o seu primeiro momento, quando foi fundada há mais de uma década, a HBD Príncipe mantém esta postura até hoje como principal força motriz. Trabalhando lado a lado com o governo e com as comunidades locais, o Grupo HBD dedica-se à conservação desta ilha proporcionando experiências ecoturísticas responsáveis, defendendo políticas de desenvolvimento sustentáveis e criando oportunidades de enriquecimento aos seus habitantes sem prejuízo da sua cultura, tradições ou do frágil ambiente natural da própria ilha. No centro da sua acção está presente o reconhecimento do que torna a Ilha do Príncipe tão especial – as florestas intactas, a vida natural florescente e comunidades que se encontram profundamente ligadas à Natureza. É com a forte convicção que o turismo pode representar um aspecto positivo e que conhecer a Ilha do Príncipe em primeira mão irá certamente inspirar os outros a sentir esta realidade que o Grupo HBD gere e administra a sua presença nesta ilha absolutamente deslumbrante.

Roça Sundy

Centro da história do chocolate no Príncipe, a Roça Sundy representou no passado a maior plantação da ilha, tendo também desempenhado um importante papel numa descoberta científica: foi aqui que, em 1919, se confirmou a Teoria da Relatividade Geral de Einstein durante um eclipse solar. Por esta razão, os dois edifícios seriam mais tarde, e após cuidadoso restauro, baptizados como Casa Eclipse e Casa Cacau, proporcionando aos seus hóspedes oportunidades únicas de conhecerem o carácter e a história da ilha.

A Casa Eclipse, um encantador edifício e antiga casa principal da roça, conta com seis quartos com casa de banho privativa. Três situam-se no piso térreo (uma suite e dois quartos jardim). O primeiro andar conta com três quartos panorâmicos, cada um com uma varanda privativa e vista panorâmica.

A Casa Cacau apresenta um estilo mais contemporâneo, dispondo o edifício de nove quartos, quatro deles jardim, quatro panorâmicos com varanda e vista e uma suite baptizada como Cacau.

Sundy Praia

Inspiradas nas cabanas de madeira dos pescadores que habitavam esta área protegida por cima da praia, as vilas do Sundy Praia harmonizam-se com a floresta exuberante. O seu interior é complementado com peças de decoração locais e pormenores de design que destacam o generoso interior de madeira. Para o exterior, enormes janelas deslizantes convidam ao passeio oferecendo deslumbrantes vistas sobre o mar. Em todas as vilas encontramos banheiras de granito com vista para a selva. Em consonância com a sensibilidade relativa à sustentabilidade, são disponibilizados óleos e cremes produzidos manualmente pela comunidade local na quinta orgânica Paciência. Cada vila dispõe de uma zona de vestir individual e de um maxi-bar que todos os dias é reabastecido com frutas e sumos locais.

Experiências

As experiências organizadas de que se pode desfrutar são vastas e todas elas muito apetecíveis. Entre as guiadas, destacamos a Rota do Cacau, o Trilho da Cascata Oquê Pipi (a maior da ilha), o Trilho da Cidade Perdida de Ribeira Izé, Descobrir o Príncipe, Baía das Agulhas, o Trilho do Pico do Papagaio (a mais icónica montanha do Príncipe), o Trilho da Cascata Maria Correia, a Observação de Tartarugas e ainda o Mergulho no Mar. No que se refere às experiências para desfrutar por conta própria, a descoberta de Santo António, as caminhadas desde a Roça Sundy até ao Sundy Praia, a prática de sup e o snorkel representam alternativas absolutamente irresistíveis.

Para mais informações, visite: www.hbdprincipe.com

Previous post

São Tomé e Príncipe: No centro do Mundo

Next post

Aquila Safari Game Reserve: Uma reserva que aposta nos esforços de conservação