0
Shares
Pinterest Google+

A Rovos Rail é internacionalmente reconhecida no que respeita a viagens de topo. Sedeada em Pretória, começou há 30 anos por realizar viagens de dois dias para rapidamente evoluir proporcionando a realização de safaris distintos pela áfrica setentrional

A bordo do “Pride of Africa” poderá viver uma experiência inigualável enquanto aprecia a elegância das viagens de comboio usufruindo de um dos mais luxuosos serviços do mundo. Com um acompanhamento discreto e muito atencioso, cozinha elaborada e uma selecção dos melhores vinhos da África do Sul, o Rovos Rail transporta-nos para uma época em que tudo era mais simples e elegante e que recorda o encanto das primeiras explorações em terras africanas.

Cada viagem inclui visitas locais que se estendem desde o tradicional safari às saídas históricas e culturais. O passageiro pode contar com três tipos de alojamento a bordo, contando cada cabine com a sua própria casa de banho. O valor do bilhete inclui todas as refeições, todas as bebidas, os passeios realizados ao longo da viagem, o serviço de quartos e um limitado serviço de lavandaria.

Em Janeiro de 2016, a companhia adquiri o Shongololo Express (três estrelas), tendo-se pintado todo o comboio de verde e creme e acrescentando-se-lhe uma carruagem de refeições e uma carruagem de observação. Recuperaram-se os três itinerários originais (Pretória – Cataratas de Victória; Pretoria – Swakopmund e Pretória – Cidade do Cabo), apostando-se em estadas mais prolongadas durante a noite e numa redução do tempo dedicado a passeios.

Como extensão da marca Rovos Rail, a companhia inaugurou 15 suites em St James, na Cidade do Cabo: a St. James Manor, a St. James Seaforth e a St. James Homestead consistem em guesthouses de elaborada decoração que oferecem aos seus convidados um refúgio de descontracção a partir dos quais é bastante fácil aceder ao centro da cidade ou às vinhas localizando-se todas elas numa das mais belas linhas costeiras da África do Sul.

As oito Propostas Rovos Rail

– Cidade do Cabo: (3 dias)

Uma viagem de 1600 km e uma ilustração perfeita da imensidão da África do Sul. Inclui passagem por Highveld e Great Karoo, por cadeias montanhosas absolutamente espectaculares e por maravilhosas paisagens de vinhas. Encerrando na Cidade do Cabo, a Cidade-Mãe da África do Sul, que encontramos cercada pela Table Mountain, pelo Devil’s Peak e pela Lion’s Head.

– Cataratas de Victória (4 dias)

Uma aventura que começa assim que o comboio parte da Estação de Rovos Rail, em Pretória, e que segue até norte pelas Warmbaths, assim chamadas dadas as propriedades minerais das suas águas, e por Nylstroom, baptizado pelos Voortrekkers como nascente do Rio Nilo já que o rio daquela cidade corre para norte. O comboio atravessa depois o Trópico de Capricórnio em direcção à fronteira com o Zimbabué. No dia seguinte o percurso cumpre-se até à capital industrial do país, Bulawayo, que também é a segunda cidade mais importante do Zimbabué. O último dia leva-nos até ao Parque Nacional de Hwange, um rico e diverso santuário de vida selvagem, onde se podem avistar animais a partir do comboio, organizando-se também um safari de observação. Após uma paragem em Thompsons Junction, a viagem termina nas incomparáveis Cataratas de Victória, junto ao poderoso Rio Zambeze.

– Durban Safari (3 dias)

Este safari de três dias entre Pretória e Durban realiza-se nos meses de Verão e inclui passeios, a presença de um reconhecido historiador e uma abordagem mais pormenorizada ao artesanato africano. Será oferecida a oportunidade de desfrutar do Nambiti Conservancy – uma extensa reserva livre de malária na província de KwaZulu Natal e onde se encontra uma enorme biodiversidade. Surgirá ainda ocasião para explorar a história e a cultura do povo Zulu antes de seguir viagem para o Valley of a Thousand Hills em Durban.

– Golf Safari (9 dias)

O Golf Safari viaja de Pretória a Sun City, nas colinas de Pilansberg, atravessa as espectaculares montanhas de Drakensberg, cruza o Valley of a Thousand Hills e segue para Durban. De lá, o percurso estabelece-se em direcção a uma das mais antigas reservas da África do Sul, Hluhluwe, depois para Mkhaya e para o Parque Kruger, encerrando-se a viagem em Pretória.

– African Collage (10 dias)

Esta viagem de dez dias entre Pretória e a Cidade do Cabo inclui um intinerário dedicado ao golfe e outro que lhe escapa por completo. Após um safari no Parque de Kruger, os passageiros são convidados a viajar pela Suazilândia até Hluhluwe para observar animais selvagens e depois a seguir junto à costa até Durban. A travessia segue pelo Valley of a Thousand Hills até ao SpionLop Lodge, a base perfeita para explorar a região. A viagem segue até Port Elizabeth, ao Parque Addo Elephant e depois até uma quinta de criação de avestruzes. Após visita ao paraíso natural de Knysna, o comboio segue a espectacular Garden Route até às vinhas e à Cidade do Cabo.

– Namíbia Safari (9 dias)

Esta viagem de 3400 km parte de Pretória e faz uma primeira paragem em Kimberley, o centro de um dos mais importantes pontos de exploração de diamantes do mundo. Depois dirige-se para o Fish River Canyon (o segundo maior do mundo, depois do Grand Canyon) e para o Garas Park. Logo a seguir, os passageiros são surpreendidos com a esmagadora beleza do Deserto do Kalahari até alcançarem a capital da Namíbia, Vinduque. Porque este programa é de facto muito especial, segue-se um voo até Sossusvlei e a passagem de uma noite no Parque Nacional de Etosha. A viagem encerra com um percurso até Swakopmund e Walvis Bay numa despedida absolutamente inesquecível.

– Dar es Salaam (15 dias)

Eis uma das mais famosas viagens do mundo, a ligação entre a África do Sul e a Tanzânia a bordo do Rovos Rail. Trata-se de uma viagem épica que parte da África do Sul, passando pelo Botswana, pelo Zimbabué e pela Zâmbia e que encerra na Tanzânia, em Dar es Salaam. O percurso inicia-se na Cidade do Cabo e leva os passageiros à aldeia de Mtjiesfontein, a Kimberley e a Pretória, permanecendo duas noites na Reserva Natural de Madikwe. Posteriormente segue viagem para o Botswana e o Zimbabué, onde os passageiros são convidados a apreciar uma noite no Hotel Victoria Falls e após atravessarem o Rio Zambeze, o comboio entra na linha de Tazara, na Zâmbia, e segue para as Cataratas de Chisimba. A seguir será tempo de o comboio subir até à fornteira da Tanzânia e de descer logo a seguir até ao Rift Valley para depois voltar a subir à medida que atravessa a Reserva Natural de Selous antes de alcançar a cidade de Dar es Salaam.

– Lobito (15 dias)

Em Julho do ano passado, a Rovos Rail inaugurou mais uma expedição que atravessa a Tanzânia, a Zâmbia, a República Democrática do Congo e que termina em Angola e que se revelou um enorme sucesso. Esta ligação parte da capital tanzaniana de Dar es Salaam e inclui uma visita à Reserva Natural de Selous, um voo e estada de duas noites para a realização de um safari no Parque Nacional de Luangwa, na Zâmbia, e uma visita à cidade de Lubumbashi, no Congo. Posteriormente, o comboio entra na linha de Benguela e encerra a viagem na cidade do Lobito.

Previous post

O segredo do Oriente

Next post

“A felicidade não é um sítio, é um percurso”